ISSN 1806-9312  
Quarta, 29 de Maio de 2024
Listagem dos arquivos selecionados para impressão:
Imprimir:
979 - Vol. 37 / Edição 2 / Período: Maio - Agosto de 1971
Seção: - Páginas: 100 a 101
Plástica Reconstrutiva da Faringe para Restituir o Trânsito Aéreo-Digestivo
Autor(es):
Amélio Ferreira Maio
Rogério Landi Paulino (Relator)

Trata-se de um caso de tentativa de auto-extermíneo em que o paciente seccionou o pescoço a altura da membrana tireo-hiodea.

Conseqüentemente houve, com a cicatrização natural da lesão, sinéquia com obstrução da via aérea-digestiva e ao mesmo tempo, formação de um faringostoma anterior natural. O paciente chegou ao nosso serviço Tráqueostomizado e Gastrostomizado com eliminação contínua de saliva pelo Faringostoma.

Pela laringoscopia indireta verificou-se que a faringe se apresentava como um fundo de saco. O R. X simples do pescoço mostrou a presença da sinéquia separando o hipofaringe em dois andares e queda da laringe.

TÉCNICA CIRÚRGICA: Primeiramente mudamos a traqueostomia para baixo e a seguir fizemos uma incisão vertical mediana dos diversos planos e penetramos no faringe. Havia um tecido de cicatrização que formou uma membana separando o hipofaringe do orofaringe. A epiglote se encontrava separada do laringe e fixada à base da língua, com desaparecimento da valécula. Fizemos a remoção do tecido cicatricial e colocamos enxêrta livre de pele recobrindo tôda a superfície cruenta. A seguir procuramos elevar a laringe recolocando-a na sua posição normal, usando fios de aço que passamos no osso hioideo e na cartilagem tireóide. Posteriormente fechamos de acôrdo com ordem anatômica.

O pós-operatória foi tranqüilo mas houve formação de estenose do hipofaringe. O paciente respirou bem pela via natural, apesar da presença da cânula. Iniciamos então dilatações seriadas semanais da estenose com sondas de Plummer-jackson. Após 4 meses a deglutição do paciente era normal para qualquer tipo de alimentos. Fizemos então o fechamento do Gastrostoma e do Traqueostoma. Temos controlado periòdicamente o paciente que se encontra bem 6 meses após a última dilatação.

Resumo

Os autores relatam um caso de Tentativa de auto-extermínio, com formação de atresia de hipo-faringe, que necessitou uma plástica reconstrutora da via aéreo-digestiva.

Summary

The authors present one case of self aggression, with development of athresia of the hipopharynx treated by reconstructive cutaneus grast to re-establish the aero-digestive tract.
Indexações: MEDLINE, Exerpta Medica, Lilacs (Index Medicus Latinoamericano), SciELO (Scientific Electronic Library Online)
Classificação CAPES: Qualis Nacional A, Qualis Internacional C


Imprimir:
Todos os direitos reservados 1933 / 2024 © Revista Brasileira de Otorrinolaringologia