Versão Inglês

Ano:  1941  Vol. 9   Ed. 3  - Maio - Junho - ()

Seção: Várias

Páginas: 254 a 258

 

VARIAS

Autor(es): -

PROFESSOR MARCUS HAJEK - 1861-1941

Com a morte do Prof. Marcus Hajek, ocorrida em Londres a 3 de Abril último, desaparece mais um dos grandes mestres da rino-laringologia.

Nasceu o Prof. Hajek no dia 25 de Novembro de 1861 em uma pequena aldeia da Hungria e ao completar os 13 anos, deixou a casa paterna, dirigindo-se para Viena, afim de proseguir os estudos secundarios e superiores.

Ao terminar o seu curso medico, dedicou-se à especialidade, sob a orientação do Prof. Schnitzler, o fundador em Viena da clinica de molestias do nariz e da garganta.

Aproximando-se de Zuckerkandl e de Weichselbaum, os afamados anatomistas e anatomo-patologistas da epoca, aprofundou seus conhecimentos sobre a anatomia normal e patologica das fossas nasais e das suas cavidades acessorias, bem como da laringe, traqueia e bronquios.

Pelo valor dos trabalhos publicados, foi promovido à docente e convidado, em 1887, para o posto de assistente da Policlínica de Viena. Aí, iniciou os seus magníficos cursos, que em pouco tempo tornaram-se famosos e eram seguidos por um numero cada vez maior de especialistas vindos das diversas partes do mundo.

Em 1919, galgou o posto maximo da sua brilhante carreira professoral, com a nomeação para Chefe da Clinica Universitaria, no Kaiser Franz Josefs Ambulatorium, onde permaneceu até completar 71 anos, quando foi aposentado por ter atingido o limite maximo de idade.

Deixando sua catedra, não quiz ficar inativo o grande mestre e pouco depois reiniciava os estudos de fisica e musica.

Em 1939, pelas dificuldades surgidas após a anexação da Austria, viu-se obrigado a abandonar Viena e ir residir em Londres, como hospede do seu dedicado amigo Sir St. Clair Thomson e onde terminou os seus dias, quasi octagenario.

Em 1898, a pedido dos seus discipulos, publicou o precioso livro "Patologia e Terapia das molestias inflamatorias das cavidades acessorias do Nariz", obra essa muito ampliada em edições posteriores e que mereceu a honra de ser traduzida em varios idiomas.

No conhecido "Tratado de Denker-Kahler", sua colaboração foi intensa, havendo 316 referencias ao seu nome.

Em 1932, deu publicidade ao seu ultimo livro "Molestias da laringe, traqueia e bronquios", obra notavel que recebeu consagração universal.

Era o Prof. Hajek membro de inumeras sociedades cientificas, sendo tambem frequentador assiduo dos congressos regionais e internacionais da especialidade, merecendo a sua pessôa sempre o maior acatamento dos congressistas.

É de justiça frizar que foi o Prof. Hajek o pioneiro da rinologia e a ele devemos os estudos, tanto anatomicos como anatomo-patologicos e clinicos, que serviram de base à moderna rinologia.

Como Politzer, Neumann, Alexander, Hirsch e muitos outros, o nome de Hajek terá imorredouramente um lugar de destaque na galeria dos grandes mestres que tanto engrandeceram a famosa escola vienense.

A "Revista Brasileira de Oto-rino-laringologia" regista com pezar o seu falecimento e, nestas linhas, presta uma homenagem a sua memoria.

H. Cordeiro.


PROF. UMBERTO CALAMIDA - 1871 - 1940

E' com sentido pezar que a "Revista Brasileira de Oto-rinolaringologia" noticia a morte de Humberto Calamida, diretor da Clinica de O. R. L. da Universidade de Milão. Faleceu o Mestre da escola milaneza a 12 de julho de 1940, entretanto, sómente agora, em virtude das dificuldades de comunicação atuais, tivemos conhecimento da triste ocorrência.

Diplomado pela Universidade Real de Turim, passou a assistente de Gradenigo de 1898 a 1900, do qual foi discipulo predileto; conseguiu a livre docencia em, 1907 e em 1908, por concurso, foi nomeado Primario de O. R. L. do Ospedale Maggiore de Milão. Em 1924, após concurso, foi nomeado professor extraordinário e, em 1927, professor efetivo.

É de todos conhecida a atividade cientifica desenvolvida pelo Prof. Calamida a frente da Escola milaneza de oto-rinolaringologia, à qual deu um impulso que culminou com a organização da Escola de Aperfeiçoamento em oto-nino-laringologia, visando a formação de especialistas modernos forjados nos conhecimentos de todos os problemas da medicina contemporanea.

O Prof. Calamida organizou e participou de inumeros congressos nacionais e extrangeiros, em muitos dos quais foi relator oficial, bem como a esse grande Mestre ainda se deve a organização dos Grupos Regionais especialisados, hoje difundidos por toda Italia.

Desde 1931 dirigia o "Archivio Italiano di Otologia, etc." e, conjuntamente com Citelli e Caliceti, a "Oto-nino-laringologia Italiana".

Inumerar suas publicações cientificas seria fatigante, pois as mesmas abrangem todos os departamentos da especialidade e ultrapassam uma centena, todas elas constituindo joias preciosas da biblioteca otorrino-laringologica internacional.
São de Caliceti as seguintes palavras relembrando o ilustre Mestre: "Amava i giovani e li seguiva con vero amore nelle loro aspirazioni, incitandoli continuamente al lavoro, interessandossi dei loro problemi, dei loro studi, guidandoli col Suo profundo sapere, con la Sua benevola indulgenza, con la Sua lucida mente di indagatore e di scienzato!"

Sinceramente, a "Revista Brasileira de Oto-rino-laringologia" se associa a todas as homenagens que foram prestadas à memoria do grande Prof. milanez, deixando registrado, nestas poucas linhas, o seu grande pezar pelo golpe sofrido pela oto-rino-laringologia mundial.


CLINICA DE OTO-RINO-LARINGOLOGIA DA STA. CASA DE MISERICORDIA DE S. PAULO

(Serviço do Dr. Mario Ottoni de Rezende)

Durante o mês de maio e principios de junho, deste ano, aos sabados, no Anfiteatro da Clinica, no Pavilhão Conde de Lara, o Dr. Gabriel Porto, livre docente da Faculdade de Medicina da Universidade do Brasil e oto-rino-laringologista do Instituto Penido Burnier, de Campinas, especialmente convidado pelo Chefe da Clinica, pronunciou uma serie de palestras sobre "Os abcessos encefalicos".

Suas preleções, sempre com acentuado cunho clinico, abrangeram todo o vasto campo do assunto, tendo o Dr. Porto discorrido sobre a anatomia macro e microscopica do encefalo, bacteriologia, patogenia, sintomatologia, diagnostico e tratamento dos abcessos encefalicos.

É excusado afirmar, dada a competencia e projeção do conferencista, quão apreciadas foram as suas aulas.

Convidado pelo Dr. Mario Ottoni de Rezende, chefe da clinica, no mês de Julho, o Dr. Oswaldo Lange, primeiro assistente e chefe da clinica de Neurologia da Faculdade de Medicina da Universidade de S. Paulo, administrará um curso de aperfeiçoamento sobre Anatomo-fisio-patologia do encefalo, distribuindo o assunto pela seguinte forma:

Dia 10 - Elementos gerais sobre a embriologia e anatomia do celebro. Cito e mieloarquitetura da cortiça cerebral. Centros corticais. Fisio-patologia do lobo frontal (arcas eletro-motoras e psicomotora).

Dia 11 - Fisio-patologia dos lobos pre-frontal, parietal (arcas somatosensitiva e sensitivo-gnosica) e temporal (arcas auditivosensorial e auditivo- gnosica). Atarias frontais e temporais.

Dia 12 - Fisio-patologia do lobo occipital (arcas visuo-sensorial, visuognosica). Centro de Wernicke. Afasias sensoriais. Sistematisação anatomo-clinica das perturbações da palavra.

Dia 14 - Fisio-patologia do rinencefalo (arcas para a olfação e gustação). Epilepsia uncinada de Jackson. Estudo geral das auras epileticas; sua utilisação para o diagnostico topografico das lesões encefalicas. Filio-patologia do corpo caloso. Estudo geral das apraxias (ideatoria e motora).

Dia 15 - Estudo anatomico de cortes frontais, sagitais e horizontais do cerebro. Principais sistemas de fibras de projeção e associação. Anatomo-filio-patologia do diencefalo. Fisiologia da motricidade automatica. Sindromos extra-piramidais.

Dia 16 - Anatomo-fisio-patologia da região diencefalo-hipofisaria. Sindromos glandulares e sindromos neuro-vegetativos. Sindromos epifisarios e da região sub-talamica.

Dia 17 -Vias óticas e seu valor para o diagnostico das leses encefalicas.

Dia 18 -Anatomo-fisio-patologia dos pedunculos cerebrais. Sindromos pedunculares.

Dia 19 -Anatomo-fisio-patologia da protuberancia. Sindromos protuberanciais.

Dia 22 -Anatomo-fisio-patologia do bulbo-raquidiano. Sindromos Bulhares.

Dia 24 -Anatomo-fisio-patologia do cerebelo e seus pedunculos. Sindromos cerebelosos puros e mixtos.

Dia 26 - Fisio-patologia do 8.º par craniano. Sindromos vestibulares centrais e perifericos.

Dia 29 - Fisio-patologia dos nervos cranianos. Sindromos dos nervos cranianos isolados e associados.

Dia 31 - Recapitulação de questões essenciais. Valor do sintoma inicial para o diagnostico topografico. Variações sintomatologicas conforme a natureza do processo etiologico. Causas mais frequentes de erro na localisação dos processos intracranianos.

Finalmente, durante os proximos dias 7, 9, 11 e 13 de Agosto, ainda no Anfiteatro da Clinica de O. R. L. da Sta. Casa de S. Paulo, o Dr. Roberto Oliva, adjunto da Clinica, discorrerá sobre o interessante tema da "Fisio-patologia da respiração nasal".

Imprimir:

BJORL

 

 

 

 

Voltar Voltar      Topo Topo

 

GN1
All rights reserved - 1933 / 2022 © - Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial