Versão Inglês

Ano:  1985  Vol. 51   Ed. 3  - Julho - Setembro - ()

Seção: Artigos Originais

Páginas: 40 a 41

 

PRÓTESES, ORTESES, APARELHOS DE AMPLIFICAÇÃO SONORA INDIVIDUAL... TAXONOMIA DE UMA POLÊMICA

Autor(es): PEDRO LUIZ MANGABEIRA ALBERNAZ -1

Resumo:
A nomenclatura médica possui regras e leis que não podem ser modificadas arbitrariamente, por melhores que sejam as intenções das pessoas que propõem essas modificações. O autor defende a legitimidade da expressão prótese auditiva para designar cientificamente o instrumento popularmente conhecido como aparelho para surdez.

O Dr. Eduardo Santos publicou nesta Revista uma série de argumentos justificando o uso da expressão aparelho de amplificação sonora individual para designar o que usualmente se denomina prótese auditiva ou, popularmente, aparelho para surdez (1).

Basicamente seus argumentos são os seguintes: 1. Prótese seria, a seu ver, um "produto que, em caso de amputação ou perda, se aplica ao corpo humano em substituição a um órgão ou parte dele"2. A palavra prótese, por conseguinte, deve ser deixada apenas para designar os produtos que realmente servem para substituir um órgão ou parte deste.

Cita, como exemplos de próteses, o TORP (total ossicular replacement prosthesis) e o implante coclear. Realmente existe uma tendência para denominar os implantes de próteses cocleares. Quanto ao TORP, trata-se de uma marca comercial registrada e não uma denominação científica.

Independentemente do sentido que possamos querer destinar às palavras, elas contém um significado inerente. Prosthesis, em grego, é um derivado do verbo prostithenai, composto de pros, junto a, e tithenai, colocar. Prothesis deriva de pro, antes, e tithenai, colocar. Os dicionários da língua inglesa registram tanto prosthesis como prothesis, sendo, no inglês moderno, sinónimos, com o sentido de justapor, ou coisa justaposta. Em gramática, prótese é a figura caracterizada pela adição ou justaposição de uma letra ou partícula a uma palavra.

O Dorland's Illustrated Medical Dictionary, conhecido dicionário de referência para termos médicos, assim define a palavra prosthesis:
'T The replacement of an absent part by an artificial substitute. 2. An artificial substitute for a missing part, such as an eye, leg ar denture; the term is also applied to any device by which performance of a natural function is aided or augmenied, such as a hearing aid or eyeglasses."

("I. A substituição de uma parte ausente por um substituto artificial. 2. Um substituto artificial de uma parte ausente, como por exemplo um olho, perna ou dentadura; a palavra é também utilizada para designar qualquer instrumento cuja utilização melhore ou aumente uma função natural, como por exemplo um aparelho de surdez ou óculos:"_

Em português, os dicionários registram apenas prótese. A palavra prosthesis não passou ao português moderno, mas vimos que no inglês moderno prosthesis (mais usada) e prothesis são sinônimos.

Não há dúvida, portanto, que a palavra prótese não comporta uma definição tão rígida quanto a proposta pelo articulista. Além disso, a expressão prótese auditiva para designar cientificamente os aparelhos de surdez é utilizada em muitas línguas.

Por outro lado, a expressão "aparelho de amplificação sonora individual" também merece alguns reparos. Sendo uma expressão longa, é geralmente representada por uma sigla, AASI.

Siglas são códigos. São úteis dentro da comunidade restrita que as utiliza. Devem, contudo, ser evitadas na transmissão de informação científica, pois são limitantes e excluem do conhecimento as pessoas não familiarizadas com o código.

Além disso, em eletrônica, a palavra amplificação designa a capacidade de amplificar um sinal elétrico. Amplificadores de som são instrumentos capazes de transformar um pequeno sinal elétrico em um sinal maior com a mesma forma de onda do sinal original. Uma prótese auditiva não é um amplificador; é uma combinação de microfone, amplificador e fone, aos quais podem ainda ser adicionados outros recursos.

Mesmo que aceitássemos a expressão amplificação sonora fora de seu significado usual, um aparelho de amplificação sonora individual poderia ser o sistema de som de uma pessoa que mora sozinha, ou pode ser um walkman. A expressão é imprecisa, excessivamente abrangente, e não possui a significação científica precisa da expressão comumente usada através dos tempos, e que deve por isso ser mantida: prótese auditiva.

Referência

1. SANTOS, E. - Próteses, orteses, aparelhos de amplificação sonora individual... - taxonomia de uma polêmica. Rev. Brasil. Oto-rinataring., SO(3):39-40, 1984.




Endereço do autor
DR. PEDRO I,UIZ MANGABEIRA ALBERNAZ Av. Brig. Fazia Lima, 830
01452 - São Paulo - SP.

1 - Escola Paulista de Medicina, São Paulo.

Imprimir:

BJORL

 

 

 

 

Voltar Voltar      Topo Topo

 

GN1
All rights reserved - 1933 / 2021 © - Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial